Colisão frontal na BR-470, em Apiúna, deixa três pessoas mortas

Apiuna_140614_01.JPG

Uma colisão frontal entre um Gol de Ascurra e um Fox de Apiúna deixou três pessoas mortas e outras duas gravemente feridas. Morreram o casal apiunense, E. M, de 45 anos, e S. M., de 26 anos, e também o ascurrense, J. C., de 19 anos.

Os feridos foram conduzidos para o Hospital Dr. Waldomiro Colautti de Ibirama. Entre eles, estavam o passageiro do Gol, E. R., de 16 anos e o ocupante do Fox, que era filho do casal, W.A.S., de apenas 8 anos.

Segundo informações repassadas pelo Polícia Rodoviária Federal de Blumenau, o Fox teria invadido a pista contrária e provocado o acidente.

A batida aconteceu por volta das 22h30 deste sábado (14) no km 95 da BR-470, em Apiúna, próximo ao Restaurante Hofmann.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fotos: Rovison Borges Roedel/De tudo um pouco SC

Apiuna_140614_01.JPG Apiuna_140614_02.JPG Apiuna_140614_03.JPG Apiuna_140614_04.JPG Apiuna_140614_05.JPG Apiuna_140614_06.JPG Apiuna_140614_07.JPG Apiuna_140614_08.JPG Apiuna_140614_09.JPG Apiuna_140614_10.JPG Apiuna_140614_11.JPG Apiuna_140614_12.JPG Apiuna_140614_13.JPG

Share/Save/Bookmark

Após perder o freio, carreta bate em dois veículos e tomba na BR-470 no Alto Vale

 

 

 

 

 

 

 

Créditos Foto: Educadora AM

No final da tarde dessa sexta-feira (13), um acidente envolvendo três veículos foi registrado na BR-470, em Pouso Redondo.

Segundo informações da PRF, uma carreta Scania carregada com madeira, com placas de Fraiburgo/SC, perdeu o freio na descida da serra e colidiu com outros dois veículos, um Gol com placas de São Leopoldo/RS e outra carreta, de Araucária/PR, que estava carregada com combustível. Em seguida, o veículo tombou na via.

Não houve feridos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

Share/Save/Bookmark

Balneário Camboriú teve mais de mil acidentes de trânsito só neste ano

Balneário Camboriú teve mais de mil acidentes de trânsito só neste ano

De acordo com dados da Polícia Militar, só neste ano foram contabilizados 1.017 acidentes de trânsito em Balneário Camboriú. Destes, 238 tiveram vítimas e 789 apenas danos materiais.

“Acidente de trânsito não é considerado um delito, no entanto a forma como ele é causado pode se tornar um. Por exemplo, se o culpado não prestar socorro à vítima, ele pode vir a ser preso”, explica o tenente do 12º Batalhão da Polícia Militar de Balneário Camboriú, Marcio Leandro Favoretto.

Ele destaca que entre as principais causas que geram acidentes estão embriaguez ao volante, excesso de velocidade, desrespeito à sinalização, ultrapassagem indevida e falta de manutenção do veículo e das vias. ”75% dos acidentes são causados por falhas humanas, 12% por problemas no veículo, 6% vias más conservadas e os outros 7% são por outros fatores, como o mau tempo”, informa.

O número de acidentes neste ano aparenta ser alto, mas segundo o tenente, já diminuiu. “Não é comum ocorrerem tantos acidentes graves em Balneário, o que ocorrem são fatalidades”, comenta.

O policial salienta que as travessias elevadas auxiliaram a diminuir o número de casos. “Não há mais pontos perigosos em Balneário. Ocorrem acidentes na Quinta Avenida, mas não há locais específicos, como antigamente”.

O secretário de Segurança, Edemir Meister acredita que a causa dos acidentes é muito mais humana do que mecânica. “A negligência do motorista com a sinalização de trânsito é muito grande, independente de estar embriagado ou não, está é a causa principal dos acidentes de trânsito”, afirma.

Radares: motoristas só obedecem sob risco de castigo

Nos primeiros três meses de funcionamento, os 29 equipamentos de controle de velocidade em Balneário revelam que somente com fiscalização rigorosa, os motoristas tiram o pé do acelerador e dirigem com mais cautela, mesmo que forçados. Apesar de muita reclamação dos condutores, alheios ao início da fiscalização e irresponsavelmente acima das máximas permitidas, o Fundo Municipal de Trânsito comemora.

A fiscalização do novo sistema foi iniciada em meados de fevereiro. Com menos dias e nem todos os radares ligados, a quantidade de veículos registrados foi menor (209mil), mesmo assim os números de multados chamou a atenção. 2,81% da frota que transitou nos pontos foi notificada, ou seja,foram 5.881 multas. Entre os locais de maior incidência estão: 5ª Avenida, Martin Luther (entre Áustria e Austrália) e Normando Tedesco.

Para o gestor do Fumtran, Jaime Mantelli, a estatística foi alta também por uma novidade do sistema. “Essa nova empresa contratada trabalha com um raio eletrônico que fecha o cruzamento e identifica mesmo o motociclista que passa bem pelo centro ou pelos cantos. Antes isso não acontecia. O número de multas cresceu consideravelmente, em compensação o de acidentes despencou”, explicou.

No mês seguinte, já com 29 equipamentos em funcionamento, o índice de multas caiu. Apenas 0,56% da frota que trafegou nos locais dos radares foram multados, o que representa 24.775 carros multados de uma frota de 4,4 milhões de carros trafegando nos pontos. “Os motoristas começaram a ficar alertas que os equipamentos estavam funcionando pra valer”, pontuou.

Já em abril, último mês fechado até o momento, o índice de multas foi ainda menor. Mesmo com mais carros transitando (6,1 milhões), apenas 16.340 foram notificados, o que dá um índice de 0,27% da frota.

“Todo o esforço do governo será pequeno enquanto não se alcançar índice zero de acidentes e até lá a instalação de equipamentos deve continuar para controlar o ímpeto do motorista. Reclamam da chamada indústria da multa, mas ela só existe se há matéria prima”, lembrou.

Por enquanto não há previsão de mais radares para Balneário, mas 10 equipamentos foram licitados e estão disponíveis. “Vamos avaliar os números e instalaremos onde o movimento requerer, possivelmente nos bairros”, adiantou Mantelli.

Foto: Associação de Agentes de Trânsito
Fonte: Página 3 Expresso – acesso em 13.06.2014

Share/Save/Bookmark

Carro força ultrapassagem e provoca acidente em Florianópolis

carro inclinado 13-06-2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um automóvel tentou fazer uma ultrapassagem entre um ônibus e um carro no Centro de Florianópolis na tarde desta quinta-feira (12) e acabou provocando um incidente, deixando o veículo de passeio inclinado. Segundo a Polícia Militar, o fato aconteceu por volta das 16h na Avenida Mauro Ramos. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, que atendeu a ocorrência, o automóvel se colocou no meio da pista, onde estavam ônibus e o carro. Conforme as informações, o espaço era curto e a "insistência" da pessoa que conduzia o automóvel acabou inclinando o veículo que seguia na pista, quase provocando seu tombamento.

A administradora Marcele Cristina Cordova, de 29 anos, disse que viu a colisão quando atravessava a rua. "Aparentemente, o carro branco vinha atrás do ônibus e tentou a ultrapassagem, mas parece que não viu o carro preto, que já estava na outra pista. Sorte que ninguém se machucou", comentou.

FONTE: G1 / Foto: Marcele Cristina Cordova/Divulgação

Share/Save/Bookmark

ANTT autoriza cobrança no pedágio de Palhoça a partir do dia 20

ANTT autoriza cobrança no pedágio de Palhoça a partir do dia 20 Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS
Testes estão sendo realizados no local desde o dia 1º de abril
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Medida, publicada hoje no Diário Oficial da União, permite tarifa de R$ 1,80 no local

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou o início da cobrança de pedágio na praça de Palhoça, localizada no quilômetro 243 da BR-101, na Grande Florianópolis. A cobrança já pode começar a partir da 0h do dia 20 de junho. A Tarifa Básica de Pedágio no local terá o valor de R$ 1,80.A informação foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira e entra em vigor imediatamente.

A praça é administrada pela Autopista Litoral Sul que já faz testes no local desde o dia 1º de abril. Na operação simulada, todos os motoristas já são obrigados a parar nas cabines e recebem panfletos dos funcionários. Todas as instruções sobre como funcionará a nova praça estão especificadas no material distribuído.

Na ocasião do início dos testes, entidades questionaram a validade da cobrança antes do começo das obras do Contorno Viário de Florianópolis, que seriam uma contrapartida da empresa concessionária. No entanto, a polêmica perdeu força com o início do trabalho no local no dia 30 de maio.

Veja abaixo os valores cobrados por veículo:

FONTE: Diário Catarinense

Share/Save/Bookmark
Mais Artigos...

BAILE CAIPIRA SRI - 2014

DSC_0309 DSC_0091 DSC_0441 DSC_0545 DSC_0548 DSC_0121 DSC_0324 DSC_0508 DSC_0525 DSC_0039