FOTOS IMOBILIÁRIA UP

FOTOS INAUGURAÇÃO UP IMOBILIÁRIA


Acidente na BR-101 deixa quatro feridos em Laguna na tarde deste domingo

Acidente na BR-101 deixa quatro feridos em Laguna na tarde deste domingo Equipe Arcanjo/Divulgação
Pista ficou interrompida por cerca de uma hora
Foto: Equipe Arcanjo / Divulgação

Uma das vítimas resgatadas é uma criança que sofreu traumatismo craniano

Um acidente de trânsito envolvendo cinco veículos deixou quatro pessoas feridas, na BR-101. A colisão ocorreu no km 304, no Trevo da Praia do Sol, em Laguna, por volta das 17h. Entre as vítimas, está uma criança de oito anos que sofreu um traumatismo craniano e foi encaminhada para o Hospital Infantil.

A ocorrência está sendo atendida pelo Corpo de Bombeiros de Imbituba, SAMU e Polícia Rodoviária Federal. A pista ficou interrompida no sentido norte para sul e foi liberada às 18h. O acidente gerou congestionamento de cerca de 10km.

Criança foi resgatada pela Patrulha 01.
Foto: Polícia Rodoviária Federal - SC
FONTE: clicrbs.com.br
Share/Save/Bookmark

Apiúna: Jovem de 24 anos fica ferida após carro colidir contra poste

Gabriela Buzzi, de 24 anos, ficou ferida após o carro que ela estava colidir contra um poste ás margens da rodovia BR-470 em Apiúna. O acidente ocorreu por volta das 17h desta sexta-feira (22) no km 104,8 próximo ao Recanto do Barril. A vítima foi conduzida para o Hospital Dr. Waldomiro Colautti de Ibirama pelos bombeiros de Ascurra.

O carro envolvido no acidente é um Peugeot 207 de Rio do Sul.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Share/Save/Bookmark

Governo retira previsão de R$ 30 milhões das obras de duplicação da BR-470

Governo retira previsão de R$ 30 milhões das obras de duplicação da BR-470 Artur Moser/Agencia RBS
Dnit garante que andamento das obras não será afetado
Foto: Artur Moser / Agencia RBS

Um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff retirou a previsão de R$ 30 milhões das obras de duplicação da BR-470, no trecho entre os municípios de Navegantes e Rio do Sul. No entanto, a ação não significa redução nem cancelamento de quaisquer trechos da obra, de acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). Um dos motivos para a retirada do recurso seria as desapropriações das residências nas proximidades da rodovia, que ainda estão em andamento.

A assessora de comunicação do DNIT em Florianópolis, Maria Henriques Pereira, explica que a obra está dentro dos processos naturais de andamento. C omo o valor não será usado nesse momento, o governo federal retira a previsão e vai liberando conforme a necessidade , de acordo com ela . O assunto foi abordado em primeira mão pela blogueira e jornalista do Grupo RBS, Dagmara Spautz. Desde o início das obras o Santa não teve acesso ao cronograma de duplicação dos lotes.

 

— À medida que as desapropriações vão acontecendo, são liberadas novas frentes de trabalho e os recursos voltam a ser destinados — explicou a assessora.

No Diário Oficial de segunda-feira, onde foi publicada a decisão da presidência da República, também consta a destinação de recursos para a BR-282 no valor de R$ 15.5 milhões, referente à travessia urbana de Lages. O valor quita o contrato. Também prevê R$ 30 milhões para a BR-163 em São Miguel do Oeste e R$ 60 milhões para a BR 101, na Ponte de Laguna. Com o recurso , a continuidade da obra está grantida até o final do ano. O decreto cancela ainda os recursos para outras 14 obras em todo o país e suplementa outras, nos setores de transporte rodoviário e hidroviário.

Audiência pública
O DNIT fará uma audiência pública no próximo dia 27, às 13h30min, na Sociedade Nova Blumenau (Rua Doutor Pedro Zimmermann, 127, Salto do Norte). Todas as comunidades impactadas pela duplicação da BR-470 são convidadas a participar do evento. Na oportunidade serão prestados esclarecimentos sobre os procedimentos a serem adotados nos processos de desapropriações para a duplicação da rodovia.

 

FONTE: JORNAL DE SANTA CATARINA

Share/Save/Bookmark

Carreta cai da ponte entre Rodeio e Ascurra nesta segunda-feira

DSCF1408

Mais um acidente foi registrado na ponte que faz a divisa dos municípios de Ascurra e Rodeio no km 88,9 da BR 470.

O condutor de uma carreta com placas de Miraí RS, carregada com frango perdeu o controle da direção por volta das 13:45 h desta segunda-feira (18) e caiu no mesmo lugar onde um acidente vitimou na manhã deste domingo, um jovem de 23 anos.

Leia mais:

+ Jovem de 23 anos morre e outros três ficam gravemente feridos após capotamento na BR-470 em Ascurra

O condutor e a carona foram retirados das ferragens com ferimentos leves e médios e foram encaminhados para o hospital Beatriz Ramos de Indaial pelo SAMU de Ascurra e Bombeiros Voluntários da União.

Apesar do difícil acesso ao local do acidente, populares aproveitaram a oportunidade para saquear a carga da carreta que estava carregada de frango.

DSCF1406 DSCF1408

DSCF1409 DSCF1410 DSCF1412DSCF1407

Fotos: Blog do Airton Souza

 

Share/Save/Bookmark

Trevo de acesso a Pomerode é o principal gargalo no primeiro dia útil após abertura da Ponte do Badenfurt

Carregando...

Trevo de acesso a Pomerode é o principal gargalo no primeiro dia útil após abertura da Ponte do Badenfurt  Jandyr Nascimento/Agencia RBS
Motoristas precisaram de paciência no fim da tarde desta segunda-feira Foto: Jandyr Nascimento / Agencia RBS

Congestionamento se concentrou na Rua Werner Duwe para quem seguia de Pomerode a Blumenau

O Complexo Viário Bernardo Wolfgang Werner (Ponte do Badenfurt) foi inaugurado no domingo, mas sua eficácia só foi posta à prova, pela primeira vez, durante o horário de pico na manhã e fim da tarde desta segunda-feira. Ao contrário das expectativas de engarrafamento, o trânsito na Rua Bahia, que poderia ser um gargalo ao fluxo, transcorreu normalmente. Já na saída para a BR-470 o tráfego foi mais confuso e houve filas de lentidão. Não faltou entre os motoristas quem sugerisse a construção de um viaduto para facilitar o cruzamento.

— O complexo é ótimo, mas está inacabado sem um trevo novo — comentou o condutor de um Saveiro, Paulo Ouriques.

Pela manhã, a Guarda de Trânsito, que estava no local orientando os motoristas, registrou fila de 50 metros na saída para a rotatória que leva a cidades como Indaial, Pomerode e Rio do Sul. Segundo o agente Rudinei João Schetz, a expectativa era de que o congestionamento neste ponto fosse o dobro do verificado.

Para o caminhoneiro Carlos Agostini, que passa pela rodovia federal todos os dias, a inauguração do complexo melhorou o tráfego no trecho:

— Está fluindo melhor e a fila não demora tanto. Antes eu levava 40 minutos para chegar aqui na rotatória, agora vim em dez minutos.

A Polícia Rodoviária Federal informou que não deslocou policiais para cuidar do trânsito no trevo para Pomerode. Mas uma equipe circulou pelo local e garantiu que as filas registradas estão dentro da normalidade para o início da manhã. Além da fila para a BR-470, o agente Schetz comenta que só nas primeiras horas da manhã mais de 40 motoristas haviam pedido informação de como retornar para a Rua Bahia. Diz que por desatenção ou falta de costume com o novo trajeto muitos deles avançam pelo complexo, em vez de pegar as pistas laterais que levam ao contorno sob a Ponte do Badenfurt e é rota obrigatória para quem vai pela Rua Bahia em sentido a Indaial.

Segundo o diretor de Trânsito, Fábio Campos da Silva, a Guarda está monitorando o tráfego em vários pontos da cidade e durante a manhã não havia observado nenhum problema, apesar do temor de que houvesse congestionamentos. Afirma que a preocupação maior está na saída para a rodovia e que vai sugerir a colocação de tachões na curva de entrada ao complexo pela Rua Bahia:

— Muitos motoristas estão fazendo a troca de faixa aqui na curva. Pode causar acidente e a legislação não permite. Tem de fazer a mudança mais à frente, na reta.

No fim da tarde, entre 17h e 18h30min, o cenário não foi diferente, principalmente, no trevo de acesso a Pomerode. Também houve movimento intenso de veículos na Rua General Osório em direção ao Centro. O trânsito ficou mais lento para os motoristas que seguiam de Blumenau a Rio do Sul pela rodovia federal e para quem seguia de Pomerode a Blumenau.

O morador do Testo Salto, Alexandre Eduardo Haertel, usa a ponte duas vezes ao dia para ir ao trabalho e acredita que o trevo é uma solução paliativa há 20 anos:

— A prefeitura fez a parte dela. A ponte vai dar fluidez no trânsito, mas cabe ao governo federal tomar uma providência em relação à rodovia federal. Essa rotatória foi feita há 20 anos provisoriamente por causa de um atropelamento e continua assim.

O complexo começou a ser construído em janeiro de 2011 e tinha previsão de entrega para dezembro de 2012, com orçamento inicial de pouco mais de R$ 31 milhões. Entre os principais motivos para o aumento de custo estão os prejuízos causados pela cheia de 2011, acréscimo de etapas e redução do ritmo de trabalho durante cerca de quatro meses por falta de verbas.

Veja como funciona o novo acesso:

FONTE: JORNAL DE SANTA CATARINA

Share/Save/Bookmark
Mais Artigos...

San Borja - Indaial

DSC_0096 DSC_0009 DSC_0109 DSC_0104 DSC_0018 DSC_180 (25) DSC_0119 DSC_0117 DSC_180 (7) DSC_0107 DSC_0097 DSC_162 DSC_0118 DSC_0003 DSC_0151 DSC_0139 DSC_180 (3) DSC_180 (2) DSC_0138 DSC_180 (20)