PRF prevê o dobro de movimento na BR-470 durante o feriado de Páscoa

PRF prevê o dobro de movimento na BR-470 durante o feriado de Páscoa Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Sexta-feira e domingo serão os dias mais intensos nas estradas
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS
O feriado de Páscoa vai aumentar o fluxo de veículos na BR-470. De acordo com o policial rodoviário federal Aldir Borges, o tráfego deve aumentar cerca de 50% na rodovia federal que corta o Vale do Itajaí, principalmente entre quinta-feira à noite, sexta-feira e no domingo, na volta para casa. O trecho entre Indaial e Gaspar é o que tem movimento mais intenso e, por isso, o que exige maior atenção dos motoristas.

Para prevenir a violência no trânsito durante o feriado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá início hoje à Operação Semana Santa. Na ação, que vai até segunda-feira, policiais reforçarão a fiscalização em trechos estratégicos das rodovias federais. Na Semana Santa do ano passado, foram registrados 2.837 acidentes, sendo 417 graves. Ao todo, 140 pessoas morreram.

Para reforçar a operação, servidores das áreas administrativas estarão nas estradas de todo o país. Um dos principais objetivos é reduzir comportamentos de risco dos motoristas como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura de álcool e direção.

Para aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária nacional, a corporação vai restringir o tráfego de caminhões com dois reboques, veículos com dimensões excedentes e caminhões cegonha em alguns momentos. Esses veículos não poderão transitar nas rodovias de pista simples, independentemente de estarem descarregados ou possuírem Autorização Especial de Trânsito, na quinta-feira das 16h às 24h, na sexta-feira, das 6h às 12h, e no domingo, entre as 16h e as 24h.

Segundo a PRF, o motorista que descumprir a determinação será multado. A infração é média, gera multa de R$ 85,13 e quatro pontos na CNH. O condutor ainda será obrigado a ficar com o veículo estacionado até o final do horário de restrição.
FONTE: JORNAL DE SANTA CATARINA
Share/Save/Bookmark

Motociclista morre em acidente na Via Expressa, em Blumenau

Motociclista morre em acidente na Via Expressa, em Blumenau  Cristiano Silva/Rádio Nereu Ramos
Moto ficou embaixo do carro Foto: Cristiano Silva / Rádio Nereu Ramos

Batida ocorreu nesta terça-feira de manhã

Um homem de 29 anos, identificado como Anderson dos Santos de Oliveira, morreu em um acidente envolvendo uma moto e um carro na Via Expressa, no bairro Itoupava Norte, em Blumenau. De acordo com a Guarda Municipal de Trânsito a batida ocorreu às 6h44min desta terça-feira.

Um Fiat Uno, com placas de Blumenau, teria se perdido em uma curva próximo ao Centro de Internação Provisória (CIP) e atingiu a moto. O Corpo de Bombeiros e o Instituto Médico Legal (IML) também atendem a ocorrência. O trânsito é lento no local.

FONTE: JORNAL DE SANTA CATARINA

Share/Save/Bookmark

Passa de 30 o número de mortos em acidente na Serra Dona Francisca

Passa de 30 o número de mortos em acidente na Serra Dona Francisca Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Ônibus caiu em ribanceira no fim da tarde deste sábado, próximo ao mirante

Um ônibus de turismo do Paraná caiu de uma ribanceira de 400 metros de altura na Serra Dona Francisca no fim da tarde deste sábado, a cerca de dois quilômetros do mirante.

Segundo informações dos Bombeiros Voluntários de Joinville, haviam entre 40 a 50 passageiros no veículo com placas de União da Vitória. A Polícia Militar Rodoviária confirmou que foram mais de 30 mortos e 11 feridos, entre eles, adultos e crianças.

Os bombeiros de Joinville disponibilizaram três ambulâncias, um veículo de resgate, um carro de combate a incêndio e mais um carro de apoio. O helicóptero Águia também está auxiliando no resgate e tentou pousar na região, mas não conseguiu. O helicóptero arcanjo, de Florianópolis, chegou para prestar auxílio e também não conseguiu efetuar pouso.

Equipes da polícia e de bombeiros de toda a região foram acionadas para ajudar no socorro às vítimas. Ao todo, 15 ambulâncias estão no local.

As vítimas estão sendo levadas para hospitais de Joinville e Campo Alegre. O trânsito está interditado nos dois sentidos da rodovia.

Uma reunião acontece na sede dos Bombeiros Voluntários de Joinville neste momento para montar uma operação de resgate que pode durar até a madrugada deste domingo.

Sete vítimas do acidente na Serra são encaminhadas ao hospital de Joinville  PMR/Divulgação

Fotos: Divulgação

FONTE: A NOTÍCIA

Share/Save/Bookmark

Acidente na Rua Bahia envolve três carros na tarde desta terça-feira em Blumenau

Acidente na Rua Bahia envolve três carros na tarde desta terça-feira em Blumenau Patrick Rodrigues/Agência RBS
Motorista ficou preso nas ferragens, mas saiu sem ferimentos graves
Foto: Patrick Rodrigues / Agência RBS

Um dos motoristas foi encaminhado ao Hospital Santa Isabel

Um acidente envolvendo três carros ocorreu na altura do número 3700 da Rua Bahia, no bairro Salto, por volta das 16h desta terça-feira. A Guarda de Trânsito e o Corpo de Bombeiros foram acionados e ainda não se sabe o que causou o acidente. O motorista de um dos carros, um Palio de cor branca, ficou preso nas ferragens e precisou ser retirado pelos bombeiros. Os outros envolvidos saíram ilesos.

O motorista do Palio foi encaminhado ao Hospital Santa Isabel, onde passa por exames e está em estado estável. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele foi retirado do veículo sem ferimentos graves, apenas com uma crise de asma.

FONTE: JORNAL DE SANTA CATARINA

Share/Save/Bookmark

Caminhoneiros de SC aguardam respostas do governo federal para decidirem sobre novas paralisações

Caminhoneiros de SC aguardam respostas do governo federal para decidirem sobre novas paralisações Maikeli Alves/Agência RBS
Caminhoneiros bloquearam diversas rodovias em SC no mês passado Foto: Maikeli Alves / Agência RBS
Gabriel Rosa - Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Nesta terça-feira, a categoria se reúne em Brasília com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, da Agricultura e dos Transportes

Em contato direto com representantes da categoria em outras regiões do país, caminhoneiros de Santa Catarina ainda aguardam uma resposta do governo federal às reivindicações feitas no mês passado para decidirem sobre novas paralisações ou bloqueios. Nesta terça-feira, a categoria se reúne em Brasília com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, da Agricultura e dos Transportes.

Uma comitiva formada por pelo menos 10 caminhoneiros de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul está em Brasília para acompanhar o debate e repassar informações com rapidez aos colegas.

Por telefone, o caminhoneiro Júnior Bonora — que junto com o primo Vilmar Bonora, iniciou o movimento no Oeste catarinense — relata que a comitiva não tem "ligação com sindicato algum", e que a decisão de cruzar os braços não depende de orientação do Comando Nacional do Transporte.

— Dependemos de uma resposta concreta do governo, mas mesmo que os sindicatos queiram parar já nesta terça-feira, isso não muda nossa decisão. Parar ou não depende somente dos caminhoneiros, e é entre os caminhoneiros que o assunto está sendo discutido.

Já o primo Vilmar — que em diversos momentos afirmou à imprensa que estaria disposto a permanecer parado até ver suas reivindicações sendo atendidas — não quis comentar as pautas e se limitou a dizer que agora "tudo depende do que o governo vai repassar" à categoria.

Em fevereiro, caminhoneiros de pelo menos 14 Estados cruzaram os braços ou bloquearam trechos de rodovias e entradas de portos, impedindo empresas de escoarem a produção e causando esvaziamento dos estoques em diversas localidades. Nos locais onde o ato mais se estendeu, como em São Miguel do Oeste, os grevistas chegaram a passar 13 dias parados.

Entre as principais demandas enviadas à Brasília estão o tabelamento do frete, a carência em programas de financiamento como o Procaminhoneiro, a redução do PIS/Cofins sobre o diesel e o perdão das notificações e processos judiciais aplicados durante a paralisação.

— Estes são os primeiros pontos que devem ser comentados para a categoria discutir se volta a parar ou não — comenta Júnior Bonora.

FONTE: DIÁRIO CATARINENSE

Share/Save/Bookmark
Mais Artigos...

Caramba's Country Fest ♣ 17.01.2015

_MG_0064 _MG_0069 DSC_0029 _MG_0082 _MG_0097 _MG_0113 DSC_0038 DSC_0019 _MG_0294 DSC_0269 _MG_0084 _MG_0061 DSC_0257 _MG_0037 _MG_0088 _MG_0052 _MG_0055 _MG_0146 DSC_0030 DSC_0260